Esporte Nordeste

News

Navegação

Náutico marca no fim e vence clássico polêmico contra o Santa Cruz

Em Clássico das Emoções repleto de ingredientes neste sábado, o Náutico visitou o Santa Cruz, no Estádio Arruda, e conseguiu a vitória por 3 a 2 com gol heroico de pênalti marcado aos 49 minutos do segundo tempo. O jogo, que era de vida ou morte para os dois rivais, foi cercado de confusão por polêmicas de arbitragem no final da partida.


O principal motivo para a confusão dentro de campo, em um jogo que tinha sido tranquilo em toda a sua execução, foi o pênalti marcado em cima de William, a favor do Náutico, no final da partida. Não bastasse isso, os jogadores do Santa Cruz ainda reclamaram de uma penalidade em Augusto, logo depois do gol do Timbu, aumentando ainda mais os ânimos exaltados dentro de campo. O volante Derley ainda foi expulso no final do duelo após reclamar acintosamente com o árbitro Thiago Duarte Peixoto.

Apesar das polêmicas, o jogo terminou com vitória do Náutico, mas a situação de nenhuma das duas equipes é motivo de comemoração. Mesmo com o triunfo, o Timbu segue na vice-lanterna da Série B, com 31 pontos. Já o Santa Cruz está logo a frente, na 18ª posição, com 32 pontos. Ambos os times precisam de um milagre para se livrar do rebaixamento, já que o CRB, primeiro time fora do Z4, tem 39 pontos. Os rivais têm que tirar esta diferença na pontuação em apenas cinco rodadas.

Ambas as equipes voltam a atuar pela Série B na próxima terça-feira. Às 19h15(de Brasília), o Santa Cruz visita o Vila Nova, no Serra Dourada. Já às 20h30(de Brasília), é a vez do Náutico receber o Paysandu, na Arena de Pernambuco.

O jogo – A partida começou com o Santa Cruz dominando completamente as ações ofensivas. A primeira boa chance veio aos nove, em chute cruzado de André Luís defendido por Jeferson. Bruno Paulo ainda ficou com o rebote, mas finalizou para fora.

O Tricolor do Arruda ainda teve outras duas boas oportunidades. Aos 12, João Paulo pegou de primeira após passe de Bruno Paulo e finalizou muito perto do gol. Já aos 25, foi a vez de Bruno Paulo chutar e carimbar a trave defendida por Jeferson.

Apesar de o Santa Cruz estar melhor na partida, o Náutico aproveitou uma de suas poucas chances para abrir o placar. Aos 33 minutos, William recebeu cruzamento na medida e apenas testou para o gol para balançar as redes e fazer o primeiro dos visitantes.

Depois do gol, a equipe da casa esfriou seu ritmo de jogo e viu o Náutico chegar com perigo mais uma vez aos 36 minutos, em chute de Dico defendido por Júlio César.

Quando o cenário parecia definido para o intervalo, o Santa Cruz ainda conseguiu o empate. Aos 46 minutos, Anderson Salles cobrou falta da entrada área com perfeição e balançou as redes. Jeferson ainda estava no lado da bola, mas não conseguiu evitar o gol na forte finalização, decretando o resultado do primeiro tempo.

A partida voltou eletrizante para o segundo tempo. Aos três minutos, o Santa Cruz conseguiu a virada. Ricardo Bueno recebeu passe pela lateral, foi até a linha de fundo e cruzou. Lá estava João Paulo, que testou firme e estufou as redes para colocar os mandantes na frente.

Logo após o gol, o Náutico quase empatou. Aos quatro, Dico recebeu livre na área e finalizou. Preciso, Anderson Salles apareceu em cima da linha para evitar o gol. Na sequência, o Santa Cruz ainda teve duas chances. Aos cinco, André Luís chutou muito perto. Já aos sete, Derley arriscou de longe e obrigou Jeferson a trabalhar.

Apesar das oportunidades, foi o Náutico quem marcou novamente. Aos 13 minutos, Rafinha cruzou a bola na pequena área, a defesa do Santa Cruz cochilou e ela sobrou livre para William. O atacante apenas empurrou para a rede e deixou tudo igual mais uma vez.

Depois do ritmo forte no início, os jogadores sentiram o cansaço dentro de campo e a intensidade de jogo diminuiu. Com isso, as equipes fizeram uma série de substituições para a reta final da partida.

Apesar das modificações, o ritmo de jogo permaneceu lento por muito tempo, pegando fogo somente no final. Aos 41, Rafinha pegou sobra de bola no campo de ataque e teve uma chance de ouro para dar a vitória ao Náutico. No entanto, ele isolou, desperdiçando oportunidade incrível.

Na sequência, o Santa Cruz respondeu em duas oportunidades. Aos 42, Jeremias finalizou de primeira, mas mandou para fora. Já aos 43, foi a vez Ricardo Bueno chutar para defesa segura de Jeferson.

Quando o jogo já se encaminhava para o empate, o Náutico conseguiu garantir a heroica vitória. Aos 45, William recebeu após contra-ataque e foi derrubado pelo goleiro Júlio César dentro da área. O árbitro viu infração e assinalou o pênalti. William foi para a cobrança aos 49 e soltou uma bomba para fazer seu terceiro na partida e recolocar o Timbu na frente.

Após o gol, a partida ganhou cenário de confusão, com muita discussão e Derley sendo expulso após reclamar acintosamente com o árbitro de um pênalti em cima de Augusto, a favor do Santa Cruz. Apesar dos ânimos exaltados, o Náutico conseguiu segurar a vantagem e garantir a importante vitória.

FICHA TÉCNICA
SANTA CRUZ 2X3 NÁUTICO

Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE)
Data: 04 de novembro de 2017, sábado
Hora: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (CBF-SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (CBF-SP) e Vitor Carmona Metestaine (CBF-SP)
Público: 8.564 presentes
Renda: R$ 44.540,00
Cartões Amarelos: Yuri(Santa Cruz)
Cartões Vermelhos: Derley(Santa Cruz)

GOLS:
SANTA CRUZ – Anderson Salles, aos 46 minutos do primeiro tempo, e João Paulo, aos três minutos do segundo tempo
NÁUTICO – William, aos 33 minutos do primeiro tempo, e aos 13 e 49 minutos do segundo tempo

SANTA CRUZ: Júlio Cesar, Nininho, Anderson Salles, Guilherme Mattis, Anderson Salles e Yuri; Derley, João Ananias(Jeremias) e João Paulo; Bruno Paulo(Augusto), Ricardo Bueno e André Luís(Halef Pitbull)
Técnico: Marcelo Martelotte

NÁUTICO: Jeferson; David(Joazi), Breno, Aislan e Henrique Ávila; Amaral, Diego Miranda(William Schuster) e Bruno Mota(Iago); Rafinha, Dico e William
Técnico: Roberto Fernandes

G.Esportiva
Share

Gospel Bahia

Esporte nordeste mostra o futebol dos times nordestino atuando nas principais competições esportivas do Brasil

Deixe sua Opinião:

0 comments: