Esporte Nordeste

News

Navegação

Sport perde para o São Paulo e pode entrar no Z-4

O Sport não foi capaz de quebrar o tabu de nunca ter vencido o São Paulo como visitante. Neste domingo, no Morumbi, o Rubro-negro teve uma atuação apagada, perdeu por 1 a 0 e chegou a nove jogos sem vitórias no Brasileirão - a última há três meses. As partidas do dia ajudaram, e o Leão não entrou na Z4, onde não figura desde a nona rodada. Mas caso a Ponte Preta derrote o Flamengo nesta segunda-feira, em Campinas, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo estará automaticamente na zona de degola.


O Sport exerceu uma marcação sob pressão no São Paulo do início até quase metade do primeiro tempo. Roubava bolas na saída de jogo do adversário e complicava-o muito na criação. Em contrapartida, também não era tão efetivo na articulação. Sem Diego Souza, o ex-são-paulino Wesley se tornou encarregado disso. Mas, muito vaiado pelos torcedores no Morumbi, o volante não conseguiu novamente render pelo time, ofensiva e defensivamente.

Foram poucas chances claras para as equipes - fracas tecnicamente - na etapa inicial. A melhor dos rubro-negros, num chute à longa distância dado por Anselmo, que acertou o travessão de Sidão. Depois, quando o meio-campo pernambucano começou a ceder espaço na entrada da área e deixar de lado a marcação alta, Marcos Guilherme chegou a ficar livre para abrir o placar. Magrão o impediu.

O lance era um sinal que qualquer mínimo vacilo poderia ser fatal ao Sport. Ao tentar puxar um contra-ataque, o mesmo Anselmo perdeu bola para Hernanes e pegou a retaguarda visitante desarrumada. O cruzamento do “Profeta” foi mal cortado por Henríquez, de cabeça. A bola resvalou em Ronaldo Alves e parou nos pés de Marcos Guilherme. Na cara do gol, ele fez 1 a 0, aos 35 minutos. Nova falha do Rubro-negro no jogo aéreo.

Segundo tempo

Não à toa que o Tricolor Paulista estava no Z4. Mesmo com o São Paulo acuado e falho nos passes para articular suas jogadas, o Sport não teve a intensidade necessária para empatar. Aos dez do segundo tempo, André chegou atrasado em cruzamento de Rogério. O Sport tentou se impor, porém não conseguiu chegar muitas vezes com perigo.

Vanderlei Luxemburgo queimou todas as suas três alterações, mas não tirou Wesley, peça de mais baixo rendimento no time. Magrão ainda impediu que Shaylon ampliasse a vantagem tricolor, aos 37 da etapa final. E Sidão evitou que Thomás e  Ronaldo Alves empatassem, de cabeça, após cruzamento de Osvaldo no últimos lances da partida.

Ficha do jogo

São Paulo 1

Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Petros, Hernanes, Lucas Fernandes (Marcinho), Cueva (Shaylon), Marcos Guilherme (Jonatan Gomez) e Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior.

Sport 0

Magrão; Raul Prata, Henríquez, Ronaldo Alves e Sander (Osvaldo); Anselmo (Thomás), Rithely, Mena e Wesley; Rogério (Thallyson) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: Morumbi (São Paulo-SP). Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS). Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS). Cartões amarelos: Sander, Rithely (Sport) Gol: Marcos Guilherme (São Paulo, 35’ do 1T).

Superesportes
Share

Gospel Bahia

Esporte nordeste mostra o futebol dos times nordestino atuando nas principais competições esportivas do Brasil

Deixe sua Opinião:

0 comments: