Esporte Nordeste

News

Navegação

Santa Cruz vence, sai do Z-4 e coloca o Goiás

Foram quase dois meses sem saber o que era uma vitória. Após oito jogos sem ter a sensação de conquistar três pontos, o Santa Cruz voltou a subir alguns postos na tabela com a vitória por 3 a 0 contra o Goiás nesta sexta-feira, no Arruda. O triunfo não foi fácil, não foi bonito, e só foi garantido quando Bruno Paulo marcou dois gols após os 40 minutos do segundo tempo, deixando todos no Arruda aliviados.


Além de voltar a triunfar, a Cobra Coral também saiu da zona de rebaixamento. Com 27 pontos, ultrapassou Luverdense, Figueirense e Goiás e agora ocupa a 15ª posição. Resta aguardar que o Luverdense não some pontos contra o Vila Nova ou Figueirense não vença o Internacional. Assim, o Tricolor  terminará a rodada fora do Z4.

O Santa Cruz mostrou alguma evolução em relação à última partida. A repetição da escalação e os trabalhos realizados durante a semana surtiram efeito e o time não desperdiçou a primeira chance que teve. João Paulo apareceu como uma flecha para finalizar de cabeça entre os zagueiros o bom cruzamento de André Luis. Isso com apenas três minutos de partida.

O bom início fez o Santa Cruz se lançar ao ataque e, aos 16 minutos, André Luis teve a melhor chance de aumentar a vantagem, mas chutou fraco para boa defesa de Marcelo Rangel. Thiago Primão também teve uma boa chance aos 24 minutos, mas mandou para fora. Após tanta pressão o Goiás decidiu atacar. Victor Bolt colocou na cabeça de Andrezinho e o goleiro coral fez grande defesa. Alex Alves também quase empata já no fim do primeiro tempo, mas o placar foi mantido e o time coral saiu aplaudido de campo.
Segundo tempo

No segundo tempo o técnico Marcelo Martelotte não mudou sua equipe. Parecia desejar manter o mesmo desempenho do primeiro tempo. O problema é que o Goiás voltou diferente. E pressionou. Aos 11 minutos o atacante Tiago Luís perdeu uma chance incrível após desvio de Ramires em cobrança de escanteio. Cinco minutos depois foi a vez de Pedro Bambu assustar Julio Cesar em cobrança de falta perigosa.

A situação coral ficou pior quando Derley pediu para sair, após uma entrada dura sofrida no tornozelo. Ao menos o Santa Cruz mostrou que não estava "morto" na partida. Em cobrança de escanteio ao 20 minutos Grafite carimbou o travessão de Marcelo Rangel.  O Goiás pressionava, mas dependia demais da qualidade do atacante Carlos Eduardo.

O ritmo da partida seguiu sendo de correria dois visitantes e de postura defensiva dos donos da casa. Contudo, o Santa Cruz soube se impor nos minuos finais. Após Wellington Cézar carimbar a trave e Ricardo Bueno perder uma chance incrível, Bruno Paulo garantiu a vitória aos 40 minutos. João Paulo serviu o atacante, que livre de marcação, empurrou para o fundo das redes. Alívio no Arruda.

Porém, não foi o último ato da partida. Bruno Paulo finalizou o seu "show à parte" ao driblar dois adversários e bater, sem ângulo, para fazer o terceiro do Santa Cruz e o seu segundo gol na partida. A festa no Arruda estava completa.

FICHA DO JOGO

SANTA CRUZ
Julio Cesar; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Tiago Costa; João Ananias, Derley (Wellington Cézar, aos 17’ do 2ºT) e Thiago Primão; João Paulo, André Luis (Bruno Paulo, aos 30’ do 1ºT) e Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

GOIÁS
Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Matheus Ferraz, Alex Alves e Carlinhos (Michael, aos 34’ do 2ºT); Victor Bolt (Elyeser, aos 19’ do 2ºT) , Ramires (Aylon, aos 19’ do 2ºT), Léo Sena e Andrezinho; Tiago Luís e Carlos Eduardo. Técnico: Sílvio Criciúma.

Estádio: Arruda. Árbitro: Daniel Nobre Bins. Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS). Gols: João Paulo (aos 3’ do 1ºT) e Bruno Paulo (aos 40’ e (S). Cartões amarelos: João Paulo, Nininho e Tiago Costa (S); Aylon (G). Público: 5.206. Renda: R$ 28.840,00

Superesportes
Share

Gospel Bahia

Esporte nordeste mostra o futebol dos times nordestino atuando nas principais competições esportivas do Brasil

Deixe sua Opinião:

0 comments: